Viajar para Miami: visto, hospedagem e compras



Miami é o terceiro destino mais visitado por brasileiros no exterior. Confira dicas para uma viagem perfeita.

Belas praias, ótimos restaurantes, muitas baladas são algumas das razões que levam os brasileiros a Miami. Nesta lista de motivos, não poderiam faltar as excelentes opções de compras dos mais diferentes artigos. Com algumas dicas úteis, uma viagem para Miami se torna um programa perfeito para toda a família. Os turistas, porém, precisam reservar espaço para algumas “surpresas”: a cidade oferece opções de artes, de natureza e de diversidade cultural que não podem ser desprezadas.

Miami atrai os brasileiros também por causa do idioma: o “portunhol” é facilmente entendido por recepcionistas, taxistas e vendedores. Além disto, a cidade alia duas qualidades bastante atraentes: praia e metrópole em um mesmo local. Infelizmente, também tem um defeito das grandes cidades: os grandes congestionamentos.

miami

Como tirar visto para ir para Miami

Para viajar para os EUA, os turistas brasileiros precisam ter passaporte com validade mínima de seis meses e visto, obtido no consulado americano. O processo, longo e burocrático, tem início na internet, no site https://www.ais.usvisa-info.com-pt e termina com a entrega de documentos e uma entrevista nas embaixadas americanas em Brasília, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Leia: Como Tirar Visto Americano de Turismo Rápido

Por outro lado, cada vez mais cidades brasileiras têm voos diretos para Miami: turistas de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Manaus, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo não precisam fazer escalas para chegar à cidade. Diversas companhias aéreas sul-americanas operam voos com duas ou três conexões. Na baixa temporada, uma passagem na classe econômica sai por pouco mais de R$ 1.000 – e pode ser mais barata, se for adquirida em um pacote com hotel e passeios.

Quem pretende conhecer outras cidades próximas – e isto é o melhor a ser feito – precisa considerar a possibilidade de alugar um carro, especialmente nas viagens em grupo. As tarifas são baratas: a locação de um carro econômico ou compacto sai entre US$ 90 e US$ 110 por semana e permitem rápidos deslocamentos para Orlando, Fort Lauderdale, Miami Beach, Aventura, Atlantic Beach. Basta organizar o roteiro.

miami eua

Onde ficar em Miami?

Para quem vai se divertir, South Beach (um bairro histórico de Miami Beach, cidade que abriga muitas construções em art déco) oferece várias opções de esportes náuticos e também a proximidade dos grandes malls, com lojas de roupas, perfumes, calçados, acessórios, eletrônicos, relógios – um paraíso para consumidores.

South Beach, apesar da proximidade com Miami (a cidade e Miami Beach são interligadas por pontes e aterros, distando apenas três quilômetros uma da outra), tem acomodações e outros serviços mais caros. Para quem precisa economizar ou vai viajar apenas para compras, a melhor opção é se hospedar perto do aeroporto internacional, que dista 3,5 quilômetros do centro.

Em restaurantes e lanchonetes, o turista deve se preparar para um susto: a gorjeta normal em Miami é de 18%. Mesmo assim, há espaço, no momento de assinar a fatura do cartão de crédito, para o cliente aumentar o valor. Seja como for a cidade oferece opções gastronômicas para todos os gostos.

O que fazer em Miami

miami beach

Miami está longe de se resumir apenas a shopping centers e praias. Wynwood é um bairro que abriga o maior número de murais do mundo. Calle Ocho e Little Havana são um praticamente uma reprodução da ilha do Caribe. O único cuidado é com os preços.

Especialmente com crianças, não podem faltar passeios de barco pela baía de Biscayne. O Jardim Botânico Fairchild Garden é um lugar bonito, com boas atividades ao ar livre, e vem com um bônus: o caminho, do centro até o jardim, passa pelo trecho mais tropical de Coral Gables. O Seaquarium e seus golfinhos também merecem uma visita.

Como é a cidade de Miami?

Especialmente para americanos e canadenses, Miami é um paraíso tropical. Os verões são quentes e os invernos, secos. Durante todo o ano, é comum as temperaturas máximas ultrapassarem os 30°C. As mínimas, no entanto, entre dezembro e fevereiro, podem não agradar aos brasileiros. Este período é a alta temporada e o motivo é óbvio: habitantes do norte tentam fugir das tempestades de neve e procuram um clima mais ameno.

O período mais quente é entre maio e outubro – e também o mais chuvoso (entre dez e 19 dias com precipitações). A temporada oficial dos furacões na Flórida fica entre junho e novembro. As construções, porém, são estáveis e não é comum que ventos muito fortes atinjam a cidade, como acontece no Caribe e na região central do sul dos EUA. As possibilidades de tempestades tropicais fazem os preços despencarem em todo o Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *